Olinda Muniz Wanderley
    Pesquisadora

    Olinda Muniz Wanderley é tupinambá e pataxó hãhãhãe, jornalista, cineasta e ambientalista. Concluiu o curso de graduação em jornalismo com o trabalho documental em audiovisual "Retomar para Existir", de 2015, e atualmente é produtora e diretora de cinema. Lançou "Mulheres que Alimentam" (2018), "Kaapora – o chamado das matas" (2020), "Equilíbrio" (2020) e "Preconceito" (2021). Produziu duas mostras de cinema e trabalhou como curadora em várias outras. Também produz, dirige e edita filmes para outras produtoras associadas, tendo sido coautora do especial Falas da Terra (2021), da Central Globo de Produção. Seus filmes já participaram de festivais internacionais no Brasil e exterior. É coordenadora do projeto socioambiental Kaapora, na Terra Indígena Caramuru/Paraguassu, onde reside.